Do lado de cá do rio Tem um violeiro Que ela tanto viu Toca uma canção Que ela tanto ouviu Fala de um amor Que ela também sentiu Do lado de lá do rio Tem uma cabana Que ele construiu Quando a vida um dia Pra ele sorriu Mora uma morena Que ele seduziu Que morena, que viola Meus Deus, que lugar! Coisas que o violeiro pensa Pra sempre durar Noite linda, lua clara Do lado de lá Escuridão, tristeza e mágoa Do lado de cá Numa manhã de céu nublado Nuvens de incerteza Peito carregado Numa decisão É um pra cada lado Raios e trovões Um amor acabado Morrem flores pelo campo O universo perde o encanto Ele e ela sofrem tanto E o rio se misturando Aos prantos
Refrão
Do lado de cá do amor Tem um violeiro Que ela magoou Toca uma viola Que chora de dor E um coração Que não se acostumou Do lado de lá do amor Tem uma saudade Que não se mudou E uma solidão Que o violeiro usou Pra fazer essa linda canção de amor.
Refrão

Incorrect video?