Muitas madeiras de lei saíram das matarias
Transformaram em viola pra nos dar mais alegria
A viola é delicada, é suava, é macia
Por muito tempo manteve a sua soberania.

Muita gente no passado disputava na poesia
Pra derrubar a viola, mas a viola não caía.
Quando veio a jovem guarda a viola se defendia
Foi grande vencedora com sua sabedoria.

O sertão e a cidade a viola percorria
O seu som inconfundível a multidão confundia
Discoteca e lambada vieram com euforia
Tudo igual fogo de palha, começa e sumia.

Com a viola no peito varei madrugadas frias
Cantando com humildade até romper o dia
Os movimentos passaram como passa a ventania
E a viola esta do jeito que o sertanejo queria.

Incorrect video?